City of Light e Bricks and Mortar brilham na Pegasus World Cup 2019

city-of-light

As fortes chuvas e raias encharcadas, não foram suficientes para afastar o público e tirar o brilho da tarde do último sábado, 26 de janeiro, no hipódromo de Gulfstream Park, em Hallandale Beach, Flórida. A terceira edição da Pegasus World Cup era a grande atração, com modificações importantes em relação ao evento. Ao contrário dos anos anteriores, quando havia apenas uma prova do festival, com bolsa de 16 milhões, em 2019, esse valor foi divido em duas provas, uma de grama e uma de areia, com bolsas de 7 e 9 milhões respectivamente.

Novidade no festival, a Pegasus World Cup Turf, recebeu 10 inscrições tinha Yoshida como favorito.  Após a largada, como já esperado, a ligeira Fahan Mura assumiu a dianteira, seguida pela égua japonesa Aerolithe. O azarão Dubby Dubie e Catapult, entraram na briga no início da reta oposta, deixando a carreira com um train violento. Bricks and Mortar, o segundo favorito, era mantido na sétima colocação e o favorito Yoshida, em último. Na curva, Catapult tomou resolutamente a ponta e o lote se agrupou. Na reta, os ponteiros cansaram e Delta Prince foi o primeiro a dominar, quando surgiu Bricks and Mortar com ação avassaladora e passou sem luta, vencendo com muita firmeza. A disputa pela dupla foi acirrada, mas com pequena vantagem no final para Magic Wand, deixando Delta Prince, em terceiro. O favorito Yoshida, com percurso bastante desfavorável, finalizou na sexta colocação.

Com uma campanha incrível, Bricks and Mortar chegou à sua sexta vitória, em apenas oito saídas, com $2.656,250 em prêmios. Filho de Giant’s Causeway e Beyond the Waves, por Ocean Crest, foi conduzido por Irad Ortiz e treinado por Chad Brown.

A prova principal, a Pegasus World Cup, recebeu 12 inscrições e tinha Accelerate como favorito e centro das atenções, após brilhante campanha em 2018, coroada com a vitória na Breeder’s Cup Classic. Após ótima largada, City of Light e Patternrecognition assumiram a dianteira, mas Javier Castellano, logo recolheu para a segunda posição. Bravazo estava logo a seguir, com Accelerate e Tom’s D’Etat, muito próximos. Na metade da reta oposta, City of Light, aos esbarros, ja demonstrava que seria o vencedor e rapidamente dominou o ponteiro. Percebendo a facilidade de City of Light em dominar a prova, Joel Rosario acionou o favorito mas não conseguiu, em nenhum momento, ameaçar o ganhador, e acabou perdendo a dupla para Seeking the Soul, que surgiu em ótima atropelada, após correr em último em boa parte do percurso. Bravazo e Audible completaram o placar.

City of Light, filho de Quality Road e Paris Notion, por Dehere, tem 6 vitórias em 11 saídas e $5.662,600 em prêmios. Treinador por Michael McCarthy e pilotado por Javier Castellano, o castanho passa a ser esperado na Dubai World Cup de 2019, que será disputada no dia 30 de Março, prova em que Thunder Snow vai tentar o bicampeonato.

Texto: André Rodrigues

Compartilhe com seus amigos