Vale a pena ver de novo!

Muito mais do que as novelas antigas que passam à tarde na RGT, vale a pena ver de novo a direção do aprendiz Bruno Queiroz na égua Eroina Carol, no último páreo de terça-feira, 06 de março.

Com a calma de um jóquei experiente, o jovem aluno da Escola de Profissionais do Turfe colocou sua conduzida no meio do pelotão, enquanto o ritmo da prova era digno de uma penca.

Na variante, Eroina Carol estava no sexto lugar com seu piloto muito sereno. Entre as da frente, todas eram exigidas por seus jóqueis na luta pelas melhores colocações.

Na reta final, Eroina Carol surgiu com ótima ação pelo meio de raia. Entretanto, Ellectra Academy conseguiu desvencilhar-se das rivais e abriu dois corpos de vantagem e praticamente assegurou a vitória, certo?

Errado. Bruno Queiroz esperou o máximo possível para “fazer sua conduzida correr”. Nos 200 metros decisivos, o “Pequeno Juca” abaixou o corpo e exigiu a fundo de Eroina Carol que correspondeu plenamente e conseguiu passar por Ellectra Academy antes do espelho e ainda resistir ao tropel de Quella Lá, a segunda colocada.

Uma direção que seria assinada por qualquer profissional muito mais experiente, foi executada por um jovem extremamente promissor e com menos de três meses de profissão.

Um espetáculo com a assinatura do jovem Bruno Queiroz.

Assista abaixo!

Texto: Thiago Guedes

Imagens: Victor Antunes



Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *