Sábado de Derby na Gávea

A jornada de 20 de abril, no Hipódromo da Gávea promete ser de festa, um verdadeiro convite ao amante do Esporte dos Reis e tem seu início marcado para um pouco mais cedo que o habitual, às 13 horas e 15 minutos.

Com o adiamento em virtude da chuva que castigou a cidade do Rio de Janeiro, o Derby Day será realizado no sábado.

Além do GP Cruzeiro do Sul (GI), serão disputados os GPs Zélia Gonzaga Peixoto de Castro (G1) e José Paulino Nogueira (GIII), além dos Clássicos Marcos Ribas de Farias (L.) e Jockey Club de São Paulo (L.).

Os melhores potros do país correm a mais importante carreira para os produtos de 3 anos, o Grande Prêmio Cruzeiro do Sul – Derby (GI), 3ª Etapa da Tríplice Coroa, na clássica distância dos 2.400 metros, raia de grama.

Ganhador do GP Francisco Eduardo de Paula Machado (GI), fase anterior da Coroa carioca, Taksim, com Jorge Ricardo no comando das rédeas, deve, com justiça, defender o favoritismo. O animal de Carlos dos Santos é treinado por Cosme Morgado Neto no CT Vale da Boa Esperança.

Leviatan (Stud Eternamente Rio) Galaxy Runner (Haras Sweet Carol), Olympic Icecream (Haras Regina) e Tanto Riso (Stud São Francisco da Serra) surgem como os maiores rivais de Taksim.

Potros bem corredores, Miracle Mile (Stud Chesapeake), George Washington (Stud Happy Again), Olympic Ipswich (Haras Regina), Jet Lag (Alberto Juarez Tiellet Miorim), Medjugorje (Haras Nacional), Star Wars (Stud Duplo L do Rio), Palitto (Stud Better), Garrison (Stud Pedudu) e Flash Olimpico (Stud Felipe Pelanda, Victor Correia & Versiani) completam o campo.

Assim como o Derby, em 2.400 metros, grama, o GP Zélia Gonzaga Peixoto de Castro (GI) é a terceira e derradeira etapa da Tríplice Coroa das fêmeas.

As vencedoras das duas primeiras coroas, Grandeza (GP Henrique Possolo (GI)) e Gaivina (GP Diana (GI)) seguem como os principais nomes.

Naomi Broadway (Haras do Morro) e Middsummer Rain (Stud V.Jabor) parecem as mais aptas a impedir a terceira conquista de uma potranca de Julio Bozano na Tríplice de 2019.

Perigoosa (Haras Doce Vale), Lisboeta (Haras Figueira do Lago), Jurerê Girl (Stud H&R) e Kassie’s Angel (Stud Eternamente Rio) completam o campo e tentam surpreender as favoritas.

Os milheiros enfrentam-se no GP José Paulino Nogueira (GIII). Uma das atrações da sabatina recebeu nove inscrições:

Tiro Ao Alvo (Stud O Nacional) segue como nome forte, em que pese a fraca atuação recente. A parelha do Stud Santa Tereza, Super Bold e Bold Retriever, vai incomodar o provável favorito nos metros iniciais.

Olympic Impact (Haras Regina) e Numba Juan (Haras Doce Vale) figuram entre os prováveis. Set Ton (Carlos Alberto Platzeck), Itapeba (Stud Tigrão), Memory Of Love (Stud Mendonça) e Céu de Brigadeiro (Edson Alexandre/ Luiz Alberto Danielian) também correm com possibilidades.

Éguas de 3 e 4 anos enfrentam-se nos 2.000 metros, pista de grama, do Clássico Marcos Ribas de Farias (L.). São oito as inscritas:

Get Shorty e Fly First Class (ambas do Haras Santa Maria de Araras), dominam o campo, seguidas por Feminine (Stud Santa Maria) e Pineapple Pie (Haras Doce Vale. Lei da Selva (Haras Figueira do Lago), Per-Piacere (Haras Rio Iguassu), Grand Amiga (Haras Cifra) e Agnes Love (Stud Coral Gables) também merecem respeito.

Os velocistas abrem a sequência de provas nobres, no 2º páreo da reunião, em mais uma edição do Clássico Jockey Club de São Paulo (L.), no quilômetro, grama.

Dez ótimos corredores alinharão no final do prolongamento da reta:

Pascal Cat (Stud Sion), For Finish (Paulo Ferraz de Angelis), Efetivo Bull (Stud V.Jabor), Faça Melhor (Stud Golden Horses), Lauren (Haras Nacional), Feliz Rainha (Haras Santa Maria de Araras), Kapoor (Stud Red Rafa), Mediatore (Stud Quintella), Guapa Loca (Stud Pedudu) e Middle Fast (Francisco de Paula Elias Filho) vão proporcionar um pega emocionante, prometendo final dos mais apertados.

Texto: Thiago Guedes

Imagens: Sylvio Rondinelli, Gerson Martins & Victor Antunes

Compartilhe com seus amigos