Prova Especial Talvez! – atração de terça-feira na Gávea

A Prova Especial Talvez!, homenageando o primeiro Tríplice Coroado do turfe carioca, é a atração da jornada de terça-feira, 23 de janeiro, no Hipódromo da Gávea.

Sete competidores irão alinhar na seta dos 1.500 metros, pista de areia, do Jockey Club Brasileiro. Vamos conhecer um pouco mais sobre cada um deles:

Silver Prize (Stud Minion) – ótimo corredor na pista de areia, deu sorte no balizamento e contará com a experiência de Carlos Lavor para levá-lo ao triunfo.

Forestiere (Stud Juliana e Luiz Guilherme) – animal adquirido em claiming, que só faz evoluir. A escala de pesos lhe favorece e esse filho de Drosselmeyer é capaz de surpreender os mais visados.

Jamarú (Stud do Vladi) – vem de vitória facílima e a turma aqui é bem mais encorpada. É um dos mais novos do lote e, assim como Forestiere, terá no peso pluma de seu piloto um grande aliado.

Magic Citizen (Coudelaria Jéssica) – cavalo de extrema categoria e maior ganhador do lote (8 vitórias).  Nome fortíssimo na competição.

Hotel Dorchester (Stud Cariri do Recife) – volta à direção de Valdinei Gil, que o conhece como ninguém. Aparece entre os mais fortes da competição.

Dico Zaia (Stud Allstar Brasil) – se os oito meses fora das pistas recomendam cautela, a categoria do pilotado de Marcelo Almeida pode equilibrar a balança. Precisa ser incluído entre os principais concorrentes.

É Fato (Stud Escorial) – sempre tido em alta conta por seus responsáveis, venceu aos esbarros recentemente. Opção bastante viável para os que buscam pules melhores.

Texto: André Cunha

Imagens: Gerson Martins

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *