Muriel Machado vence a primeira no Kuwait

A rotina de um jóquei no Kuwait não é muito diferente do que acontece por aqui. Acordar cedo, galopar, manter um bom peso e cumprir seus compromissos de montaria. Assim tem sido o dia a dia do piloto brasileiro Muriel da Silva Machado.

O gaúcho de Nova Santa Rita chegou ao país há cerca de 15 dias e, apesar das diferenças culturais, e até mesmo de fuso-horário, parece estar se adaptando rapidamente a cidade de Al Jahra. Seus resultados na pista dão indícios de um bom começo no Oriente Médio.

Na semana de estreia, três oportunidades e três segundos lugares. Ontem, 27 de novembro, no Hipódromo de Al Jahra, logo no primeiro páreo da reunião, Muriel não decepcionou e obteve sua primeira vitória internacional de uma carreira promissora montando o animal Maxime.

No Kuwait, existem quatro hipódromos: Al Jahra, Al-Farwaniya, Ahmadi e Mesila. As corridas acontecem uma vez por semana em cada lugar. O país é menor que o estado do Rio de Janeiro, ou seja, os hipódromos são bem próximos um do outro. Nesta sexta-feira, Muriel parte com destino à Al-Farwaniya na esperança de mais triunfos.

Muriel Machado é novo, tem apenas 22 anos. No Brasil, conquistou pouco mais de 400 vitórias em aproximadamente seis anos de profissão. Ganhou notoriedade montando Céu de Brigadeiro em suas principais vitórias. Tem rigor, boa técnica e precisão no percurso, ou seja, tudo para brilhar em qualquer Jockey Club do mundo.

A expectativa é que Muriel fique ao menos seis meses no exterior, tempo de seu contrato. Porém, o retorno ao Brasil ainda é incerto. É possível – e provável – que esse período lhe dê visibilidade e surjam convites para outros centros turfísticos. Essa parece ser a vontade do jóquei.

Ao que tudo indica, Muriel da Silva Machado vai ser mais um bom representante do turfe brasileiro a ganhar o mundo! Ou melhor, já é…

Por Celson Afonso

Fotos: Internet

Compartilhe com seus amigos