Hemorragia no Cavalo de Corrida

O Puro Sangue Inglês conquistou o mundo graças à sua velocidade e resistência, sendo usado em corridas pelos quatro cantos do planeta, onde continua a manter o domínio.

Como tudo na vida, nada é perfeito. A cada fim de páreo, uma das principais preocupações com o animal é a hemorragia pulmonar.

A Hemorragia Pulmonar Induzida por Exercício (HPIE) atinge grande parte dos cavalos atletas, interferindo no rendimento. O Puro Sangue Inglês de corrida é a raça mais afetada, devido ao grande esforço a que é submetido, e é considerada uma importante causa de fracasso.  O grau também pode variar, desde um pequeno sangramento (grau 1) até a exteriorização do sangue (grau 5 ).

Sempre que é esperado um bom desempenho do animal e isso não ocorre, o veterinário deve ser consultado, para através de uma endoscopia, promover a investigação e indicar o tratamento.  A aplicação do diurético Lasix, antes da corrida, é uma poderosa arma para evitar o sangramento, mas só pode ser usado em animais acima de 3 anos e meio.

 

 

 

Texto  Fernando Cury

Fotos: Internet



Compartilhe com seus amigos

1 comentário em “Hemorragia no Cavalo de Corrida

  1. Absurdo no Brasil nao poder utilizar o lasix em provas clássicas,pois e um medicamento de proteção ao animal atleta,que sem ele não teremos turfe.Nos estados unidos da america todos os animais correm com lasix.Os dirigentes do turfe tem que reverem urgentemente essa situação,para o bem do turfe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *