Halston corre muito

Foi disputado no último sábado, no Hipódromo de Cidade Jardim, o Grande Prêmio Derby Paulista (GI) e quem assistiu pôde ter uma noção da qualidade do potro Halston. O corredor do Haras Cifra deu um verdadeiro show na terceira prova da Tríplice Coroa de São Paulo, deixando o segundo colocado a mais de cinco corpos.

Esta não foi a primeira boa demonstração de Halston. Convenceu na milha, foi bem aos dois mil metros e sobrou na “milha e meia”. Inclusive, o filho do garanhão nacional Setembro Chove teria conquistado a Tríplice Coroa, não fosse a desclassificação por uso de medicação proibida após a fácil vitória na segunda etapa. Em sua campanha, são quatro vitórias, sendo duas de Grupo 1, um clássica e outra em Prova Especial, e uma colocação nobre em apenas seis apresentações.

Com coroação ou sem, Halston mostrou que não tem adversários no turfe paulista. Mostrou que corre muito. Tem uma aceleração final que impressiona e “estâmina” para abordar percursos longos. Mostrou que pode ser tão bom ou melhor do que o pai.

Com o futuro ainda indefinido, Halston é visto como um possível representante brasileiro no Gran Premio Carlos Pellegrini, que será disputado no início de dezembro, no Hipódromo de San Isidro, em Buenos Aires, Argentina. Mas sua equipe prefere manter a cautela antes de confirmar o próximo desafio do corredor.

Vamos aguardar!

Por Celson Afonso

Foto: Porfírio Menezes para Site Oficial do JCSP

Foto da capa: Marília Lemos



Compartilhe com seus amigos