Gunmetal Gray vence o Sham Stakes

O ano de 2019 começou e, com ele, as atenções voltadas para as duas principais atrações do primeiro semestre: a Pegasus World Cup, no dia 26 de janeiro, corrida tradicionalmente em Gulfstream Park e o Kentucky Derby, no dia 4 de maio, em Churchill Downs. No período que antecede a essas provas, as programações oferecem diversas provas preparatórias, distribuídas pelos principais hipódromos do país.

No último sábado, a principal atração foi o Sham Stakes (GIII), com 100 mil dólares de bolsa, em 1600 metros, pista de areia, no hipódromo de Santa Anita Park. A prova recebeu sete competidores, com um grande favorito, o tordilho Coliseum, após estreia espetacular, em Del Mar, em novembro.

Após péssima largada do favorito, que acabou sobrando para a última colocação, o ligeiro Savagery assumiu resolutamente a dianteira.  Um bloco de competidores acompanhava o ponteiro à distância mas, mesmo muito contrariado pelo seu piloto, Much Better ocupava a segunda colocação. Na curva, o líder cansou e Much Better assumiu a dianteira com autoridade, parecendo que seria o vencedor, mas não conseguiu manter o ritmo até o final, qdo surgiu Gunmental Gray, do fundo do lote, pra vencer firme, em uma direção magistral de Mike Smith, e somou 10 pontos na corrida para o Derby. Em bom esforço final, o azarão Sueno passou para segundo e Much Better, foi o terceiro. O grande favorito Coliseum, não conseguiu se recuperar da má largada e fez corrida apagada.

Apresentado por Jerry Hollendorfer, Gunmetal Gray é um filho de Exchange Rate e Classofsixtythree, por Include, e chegou a segunda vitória em cinco saídas, com mais duas colocações em provas de GI, um ótimo segundo no American Pharoah Stakes e um quinto lugar na Breeder’s Cup Juvenile, ambas vencidas pelo líder da geração Game Winner.

Quer saber mais sobre o turfe americano? Leia nosso texto sobre como funcionam as corridas nos Estados Unidos.

Compartilhe com seus amigos