Estatísticas pegando fogo na Gávea

Faltando apenas cinco reuniões para o final do ano hípico de 2017/2018, as estatísticas de jóqueis e treinadores seguem indefinidas e prometendo desfechos emocionantes até o dia 30 de junho.

Entre os jóqueis, Vagner Borges é o líder com 180 triunfos, nove a mais que os 171 de Leandro Henrique, o segundo colocado.

Tricampeão da disputa entre os pilotos (2011/2012, 2013/2014 e 2014/2015) e recordista de vitórias da Escola de Profissionais do Turfe (401), Vagner Borges, entre outros craques, foi o piloto do fenômeno Bal A Bali em suas maiores conquistas.

Talentoso e sem problemas com a balança, o gaúcho Vagner Borges, que cumpre suspensão no sábado (23/06), irá atuar em 25 dos 37 páreos programados para o fim de semana.

Leandro Henrique venceu a estatística de 2015/2016, quando ainda era aprendiz, fato inédito na história do turfe carioca. O popular “Braço de Mola” é um jóquei enérgico e dos mais eficientes do turfe nacional.

O pernambucano Leandro Henrique terá montaria em 34 das 37 carreiras que serão disputadas no Hipódromo da Gávea e promete lutar até o último centímetro do derradeiro páreo por mais essa estatística.

No embate entre os treinadores, Roberto Solanés está na ponta da tabela com 100 conquistas até o momento. O profissional tem 20 inscrições no conjunto de programas que começa no sábado e tem boas  oportunidades para manter-se na frente.

Roberto Solanés treina todos seus cavalos no Centro de Treinamento Verde e Preto, de propriedade da sua família, localizado em Teresópolis. Apesar de estar apenas com 35 anos, Beto já é um dos mais consagrados profissionais em atividade no país e luta por sua primeira estatística.

O consagrado Dulcino Guignoni, octacampeão entre os treinadores, prepara seus animais no CT Vale da Boa Esperança, em Itaipava. Ganhador das maiores provas do calendário clássico nacional, o capixaba já venceu 94 páreos na Temporada 2017/2018.

Para conseguir tirar a diferença que o separa de Beto Solanés, Guignoni tem 25 animais anotados nos próximos quatro programas a serem realizados no Jockey Club Brasileiro.

Fiquem atentos às montarias e inscrições dos envolvidos nas disputas pelas estatísticas, pois os agentes Antônio Henrique Morgado (Vagner Borges) e Danilo Aglio (Leandro Henrique) selecionaram a dedo as oportunidades de seus jóqueis. Já Roberto Solanés e Dulcino Guignoni procuraram as melhores carreiras para seus pupilos conseguirem a primeira colocação.

Texto: André Cunha

Imagens: Sylvio Rondinelli

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *