Conheça um pouco mais sobre as corridas australianas

O mês de setembro chega com uma novidade no cardápio de corridas internacionais, visando aumentar ainda mais o leque de opções para o apostador que curte o turfe globalizado e pelos importantes hipódromos e carreiras realizados pelo mundo. Com horários diferentes, em vista da diferença de horas entre os países, as corridas australianas chegam com uma programação excelente, com corridas chamadas de ‘metropolitan tracks’, realizadas nos principais centros, como as chamadas ‘country tracks’, no interior do país, sempre na parte final do dia e inicio da madrugada. Inicialmente, serão transmitidas pela Tv Turfe e pelo site da PMU Brasil de quinta a sábado, com média de 3 a 4 hipódromos por dia.

A contribuição da indústria de corridas de cavalo para a economia da Austrália é estimada em mais de 6,2 bilhões de dólares ao ano. A contribuição das apostas é estimada em 1.85 bilhão de dólares ao ano.  No total, mais de 19mil corridas são realizadas por ano apenas na Austrália, incluindo galope e obstáculos. São cerca de 35mil cavalos e as corridas são exportadas para 24 países.

A Austrália tem mais pistas de corrida do que qualquer outro país – algumas das quais são mundialmente renomadas. Seja correndo nas Metropolitan tracks, em Melbourne, Sydney e Brisbane, ou nas Country tracks,  como Ballarat, Scone e Rockhampton, o turfe tem ofertas diarias e sempre com diversas opções para os turfistas mais apaixonados.

A cidade de Melbourne, capital e cidade mais populosa do estado de Victoria, é considerada o principal centro de corridas de cavalos no país, oferecendo, pelo menos, uma corrida por dia, mas sempre tendo no sábado, o dia principal, com os melhores hipódromos e as melhores provas.

Indiscutivelmente a melhor pista de corridas da Austrália, Flemington é palco de algumas das maiores corridas do mundo e tornou-se um grande alvo para os apostadores.

Hipódromo de Flemington

É o local do Melbourne Spring Carnival e, em particular, da Emirates Melbourne Cup. Uma das maiores corridas do calendário mundial, a Melbourne Cup detém o maior prêmio na Austrália e a pista de Flemington oferece uma ótima pista para os corredores não só australianos, mas também europeus e japoneses. Com um prolongamento de reta estendida de 1200 metros, Flemington é a única pista na Austrália onde os apostadores poderão ver uma corrida em linha reta.

Essas corridas são uma atração comum nos principais carnivals de Flemington e agora estão atraindo corredores estrangeiros que estão acostumados a correr em linha reta.

Caulfield é outro hipódromo de grande importância localizado em Melbourne.

Hipódromo de Caufield

É a casa da Caulfield Cup, uma das corridas mais importantes da Austrália. Com mais de 2400 metros, a Caulfield Cup também atrai muitas inscrições de estrangeiros. Caulfield também hospeda a Blue Diamond series e outros grupos I, como o Caulfield Guineas e o 1000 Guineas, para os potros.

Completamente diferente de Flemington e Caulfield, Moonee Valley é uma pista semelhante a um disco com curvas fechadas e uma reta muito curta.

Monee-Valley

Famoso pelo Grupo 1 Cox Plate, durante os meses de verão, Moonee Valley é usado principalmente como local de corridas noturnas. A corrida noturna é prática comum na Austrália durante o verão nas noites de sexta-feira.

Além de Melbourne, a cidade de Sydney também é um importante centro de corridas de cavalo na Austrália, tendo Randwick e Rosehill como principais hipódromos. Em Randwick, é disputado Queen Elizabeth Stakes, com 4 milhões de bolsa e tem os melhores joqueis em atividade no país, como Hugh Bowman, Blake Shinn e James McDonald.  Já o Hipódromo de Rosehill Gardens, tem as suas principais provas em março e abril, com inúmeras provas de grupo I.

Texto: André Rodrigues

Imagens: Internet

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe com seus amigos