Corrida de cavalos trote: por que ela é tão popular?

Corrida de cavalos trote: por que ela é tão popular?

As corridas de cavalo são provas de agilidade e velocidade, podendo ser realizadas com dois ou mais cavalos. Existem, contudo, diversos subgrupos dentro desse esporte, que definem a maneira como o cavalo correrá, se tem ou não obstáculo, se é montado etc., tendo cada um desses nichos regras distintas entre si.

Um dos mais populares ao redor do mundo (porém menos comum no Brasil) é a corrida hípica de trote, que, como o próprio nome já diz, tem como principal norma o impedimento dos cavalos de galoparem, podendo apenas trotarem nas provas.

Quer saber mais sobre essa modalidade de turfe? Então continue a leitura! Vamos lá?

O que é um trote?

Quando um cavalo está trotando significa que ele está andando simetricamente a dois tempos, ou seja, quando um par de pernas diagonal (direita posterior e esquerda anterior, por exemplo) toca o chão de maneira simultânea. Depois disso, ocorre o salto do cavalo, que se apoia no outro par de pernas diagonal para se suspender do solo.

No trote, o joelho do cavalo jamais deve ultrapassar uma linha imaginária que forma um ângulo reto com o topo da cabeça até o chão. Em algumas provas, o cavalo é desclassificado se avançar essa linha.

Diferença entre trote e galope

O galope é um tipo de andar de quatro tempos, diferente do trote, que é de dois. Isso quer dizer que o cavalo tem mais velocidade e fica com todas as patas suspensas no ar. A regra é que a pata do cavalo que estiver mais avançada toque o solo na mesma linha que o nariz.

Quais são os subtipos de trotes?

Existem duas variações na corrida de cavalos de trote. Conheça as principais características de cada uma.

Trote atrelado

Também conhecido como atrelagem, o trote atrelado ocorre quando o jóquei não monta em cima do cavalo, e sim em um tipo de charrete (sulky) de duas rodas, que é puxada pelo cavalo. Ela é bem leve e acomoda o jóquei em uma posição bem próxima ao cavalo, permitindo que ele tenha melhor controle sobre o animal.

Curiosidades

Essa é provavelmente a modalidade em que os cavalos alcançam maior rapidez, já que a velocidade média durante uma corrida varia de 40 a 48 km/h, dependendo do nível de cavalos competindo. O pico dessa velocidade pode chegar até a 56 km/h no início da corrida e na reta final.

O recorde mundial é mantido por um cavalo chamado Always B Miki, da raça Standardbred. Ele chegou a andar por 1,6 km a uma velocidade de 54,7 km/h, o que é cerca de 1,5 vezes mais rápido do que o recorde de Usain Bolt, que chegou a 45 km/h e sustentou essa velocidade por 100 m.

Outro fato interessante sobre essa variação da corrida de trote é que, ao contrário da maioria das modalidades de corrida, em que há um tratador de cavalos e o jóquei, no trote atrelado o próprio treinador ou proprietário pode sentar no sulky e dirigir seu cavalo durante a corrida. Aqueles que preferem não dirigir utilizam os chamados “catch drivers”, que são “motoristas” contratados para dirigir o cavalo apenas naquela corrida.

Trote montado

Como o próprio nome já diz, essa variação da corrida de trote ocorre quando o cavalo é montado em vez de ser utilizado o sulky. O trote montado foi originado na França, mas hoje em dia é a Espanha o país que mais pratica essa modalidade.

Diferentemente do trote atrelado, é preciso de um jóquei para montar o cavalo, não podendo ser o treinador ou proprietário do animal. O cavalo precisa manter o trote durante todo o percurso da corrida, já que um galope se quer o desqualifica da prova.

Quais são as raças de cavalos mais utilizadas na corrida de trote?

Algumas raças são desenvolvidas para serem trotadoras predominantes. Confira as principais delas.

Orlov

A raça tem origem na Rússia e foi batizada por um conde Russo no final do século 18, cujo nome era Alexei Orlov. Devido à sua estrutura muscular robusta, que dá a ele bastante resistência e velocidade, bem como sua altura avantajada, com 1,60 m, esse cavalo era bastante utilizado para ajudar fazendeiros no trabalho pesado do dia a dia.

Atualmente, contudo, é muito mais usado para competição em corridas de trote do que para trabalho. Em relação à sua aparência, geralmente aparece em uma coloração mais escura, como preto ou castanho.

Sua personalidade costuma ser tranquila e estável, embora em corridas tenha o costume de adquirir uma postura mais competitiva e vibrante.

Trotador Francês

A raça trotador francês é conhecida por sua velocidade e inteligência, sendo uma das melhores para adestramento.

Ela foi criada especificamente para corridas de cavalo no século XIX, com tentativas sucessivas de aprimoramento da raça. A região de origem foi na Normandia, no nordeste da França.

Existe bastante variação nas características físicas do Trotador Francês, mas costuma-se ver muito essa raça em uma coloração única, acastanhada.

Standardbred

Essa é, sem dúvidas, uma das raças mais populares na modalidade de trote, já que também é conhecida pelo nome de “American Trotter”. Sua altura costuma ficar entre 1,50 m e 1,70 m, pesando em média 400 kg.

A origem dessa raça vem diretamente de um cavalo Puro Sangue Inglês chamado Messenger, que tinha uma coloração branca com pintas pretas e foi importado para os Estados Unidos no ano de 1788.

A habilidade em corridas de trote da raça está relacionada a uma mutação em um gene chamado DMRT3, que é o responsável pela subdivisão I6 dos neurônios localizados na medula espinhal. Essa região tem como função principal o desenvolvimento da rede motora por meio do controle dos movimentos dos membros.

Por serem de uma raça musculosa, rápida e inteligente, esses cavalos são reconhecidos no mundo inteiro como os mais indicados para corridas de arreio (trote atrelado). A personalidade dócil se altera durante a corrida, pois se tornam bastante competitivos e querem sempre estar à frente dos demais.

Como visto, embora não seja tão conhecida no Brasil, a corrida de cavalos de trote é bastante popular ao redor do mundo inteiro, principalmente em países como Estados Unidos, França e Espanha. Contudo, os especialistas do turfe afirmam que pode não demorar muito para que essa modalidade se espalhe pelo nosso país e faça a alegria dos amantes do esporte!

O que achou do artigo? Aproveite e assine agora mesmo a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades sobre o assunto!



Compartilhe com seus amigos