Quais as regras e como funciona as corridas de cavalo trote?

Quais as regras e como funciona as corridas de cavalo trote?

A corrida de cavalo trote já ocupou um lugar importante no passado e agora está começando a ganhar novo fôlego no Brasil. Estados Unidos e França, por sua vez, são dois países onde o esporte já é muito difundido, sobretudo no segundo onde é bastante popular entre os franceses.

Assim, conhecer as principais regras que regem as competições de trote e como funcionam as corridas é muito bom para os fãs e para quem aposta online, como os aficionados brasileiros. Na verdade, torna a participação mais consciente e com melhor entendimento do que ocorre.

Continue a leitura e conheça as regras e como funciona as corridas de cavalo de trote.

Funcionamento da corrida de trote

A França é o país onde a corrida de trote é mais difundida, além de ser líder mundial na organização de eventos desse esporte. No Brasil, sites especializados permitem o acompanhamento online e a participação direta nas apostas dos páreos franceses, além de outros.

Existem duas modalidades nas competições de trote em função do modo como o cavalo é conduzido: montado ou atrelado. No caso do trote atrelado, o cavalo puxa uma espécie de charrete bem leve, conhecida como sulky, de onde o jóquei conduz o animal.

O percurso da pista em uma corrida de trote pode variar de 1.600 a 4.100 metros de extensão. Por sua vez, as apostas são feitas do mesmo modo que ocorre nas corridas tradicionais do turfe.

Para apostar, existe mais de uma dezena de modalidades em apostas e podem ser indicadas para as experiências de cada um:

  • simple;
  • couplé;
  • trio;
  • tiercé;
  • quarté+;
  • quinté+;
  • pick 5;
  • multi;
  • mini multi;
  • 2 sur 4;
  • barbadinha.

A melhor maneira de apostar nas corridas de trote francesas é por meio dos referidos sites especializados que fornecem toda a orientação para o iniciante. As apostas são totalmente seguras e realizadas em um ambiente profissional com transparência e responsabilidade.

Melhores raças para o esporte

O que caracteriza a corrida de trote é o passo do cavalo, isto é, a forma como o animal se desloca. Assim, o trote é resultado da movimentação realizada com o pareamento de pernas em diagonal.

Dessa forma, quando a perna direita dianteira avança, a esquerda traseira também o faz. No passo seguinte, a situação se inverte, caracterizando o trote propriamente.

Uma das exigências na corrida de trote é que esse passo seja mantido durante todo o percurso. Por sua vez, a capacidade de realizar esse passo específico para a corrida é genética e resulta de mutação em um determinado gene (DMRT3) relacionado à coordenação dos movimentos do cavalo.

Nesse sentido, duas raças especialmente apresentam essa característica e, por essa razão, são as mais utilizadas no esporte.

Trotador Francês

O Trotador Francês constitui uma raça desenvolvida para ser veloz e própria para corrida. É um cavalo ágil e resistente, características que se consolidaram após sucessivos trabalhos de melhoramento da raça: a partir de animais normandos, outras espécies foram conferindo seus aspectos:

  • Norfolk Trotter;
  • Hachney Inglês;
  • Trotador Orlov da Rússia;
  • Puro Sangue Inglês;
  • Standardbred.

O cavalo Trotador Francês foi oficialmente reconhecido como raça no ano de 1922.

Trotador Americano

Conhecido como American Trotter ou Standardbred, esse é o cavalo trotador por excelência, utilizado inclusive na formação do Trotador Francês. A raça foi desenvolvida nos Estados Unidos da América a partir de um cavalo Puro Sangue Inglês conhecido por Messenger.

As principais raças utilizadas na formação e melhoramento do Standarbred foram:

  • Puro Sangue Inglês;
  • Norfolk Trotter;
  • Hackney;
  • Morgan;
  • Narragansett Pacer;
  • Canadian Pacer.

Por ser constituída de cavalos de compleição forte e muito velozes, a raça Trotador Americano ficou bastante conhecida em todo o mundo. Por sua vez, apesar de serem animais calmos, seu desempenho na pista demonstra toda a vitalidade que a raça tem na ânsia de manter-se nas primeiras posições em uma corrida.

Assim, na performance da corrida de cavalo de trote, os animais da raça Standardbred são considerados os mais rápidos do mundo. Por tudo isso, são frequentemente utilizados para o aprimoramento de outras raças dedicadas ao esporte.

Penalidades aplicáveis

As corridas de trote da França são, naturalmente, regulamentadas pela legislação daquele país. Assim, para o apostador brasileiro que acompanha as corridas online, é bom conhecer as penalidades aplicáveis por infrações cometidas no esporte.

Nesse sentido, as infrações e suas respectivas penalidades são previstas pelo Code des Courses au Trot (Código das Corridas de Trote). Nesse Código, as principais penalidades aplicáveis estão especificadas para a infração do proprietário, treinador ou jóquei.

Proprietário

Qualquer pessoa relacionada à propriedade de um cavalo que participe de corridas de trote poderá sofrer as seguintes penalidades, caso incorra nas infrações previstas:

  • multa: enquanto o proprietário não pagar a multa que lhe foi aplicada, nenhum dos cavalos pertencentes a ele poderá concorrer;
  • proibição temporária: até decisão posterior que autorizará o retorno à participação de seus animais;
  • exclusão: o proprietário sempre deverá explicar-se e poderá haver reversão;
  • desqualificação: qualquer animal proibido de participar de uma corrida é desqualificado.

Treinador

Entre as sanções aplicadas ao treinador estão algumas parecidas com aquelas a que o proprietário pode estar sujeito, além de outras:

  • advertência;
  • multa: enquanto o treinador não pagar a multa que lhe foi aplicada, um cavalo treinado por ele não poderá correr;
  • suspensão temporária ou permanente da autorização de treinador;
  • exclusão: o treinador sempre deverá explicar-se e poderá haver reversão;
  • desqualificação: qualquer animal treinado por um técnico em suspensão ou exclusão é desqualificado.

Jóquei

As penalidades aplicáveis a qualquer pessoa autorizada a montar oficialmente (aqui estão o jóquei e a joqueta) podem ser:

  • advertência;
  • multa;
  • proibição de montar durante um determinado período;
  • proibição de montar um ou mais cavalos determinados durante um certo período;
  • perda da autorização para montar.

Desclassificação

Nas corridas de trote, existe a obrigatoriedade de manutenção do passo específico do animal. Para que haja um acompanhamento real, a comissão de corridas analisa o passo ao vivo para captar qualquer alteração.

Os últimos 200 metros de prova são indicados por um marcador vermelho e branco que serve de referência para algumas situações que podem desclassificar o participante. A desclassificação pode ser determinada em especial nas seguintes situações:

  • o jóquei faz uso de passadas irregulares durante a corrida para conseguir vantagem;
  • o cavalo alcança o limite de 15 passadas irregulares, desenvolvendo uma velocidade progressiva em direção à linha de chegada;
  • o cavalo começa um galope ou realiza o passo amble (uma outra forma de passo) na parte final da corrida.
  • o cavalo dá mais de 5 passadas irregulares na parte final da corrida.

Assim, conhecendo melhor o funcionamento da corrida de cavalo trote, sua participação como apostador se torna mais consciente. Sabendo quais as principais regras, fica mais fácil entender as ocorrências como, por exemplo, uma desclassificação.

Já apostou em uma corrida de cavalo de trote? Entre em contato conosco e saiba tudo sobre o turfe e como apostar.



Compartilhe com seus amigos