Copa dos Criadores, um show de turfe

No último sábado, 04 de agosto, foi realizada mais uma edição da Copa dos Criadores da ABCPCC, este ano no Hipódromo de Cidade Jardim, em São Paulo.

Três provas de GI e uma de GIII deram o tom do festival na pista e a entrega do Troféu Mossoró coroou a bela jornada de turfe na terra da garoa.

A potranca Happy To Be Me abriu a festa com firme vitória na milha do Grande Prêmio Margarida Polak Lara (GI), a Taça de Prata das Potrancas.

Corrida com inteligência por Waldomiro Blandi, Happy To Be Me acompanhou de perto o ritmo de Nocate e da invicta História da Arte. Quando exigida, Happy To Be Me assumiu o comando das ações e consegui êxito dos mais convincentes.

Mais Que Bonita (Stud Eternamente Rio) e Hacienda (Stud Verde) formaram a trifeta das competidoras oriundas do Rio de Janeiro. Namasse e Historia da Arte completaram o marcador.

Em mais uma oportunidade, brilhou Roberto Solanés no preparo da castanha defensora do Haras Regina, de Sérgio Coutinho Nogueira.

Na carreira seguinte, o único ganhador de GI do campo, Não Da Mais, impôs-se de ponta a ponta, no Grande Prêmio J.Adhemar de Almeida Prado (GI), a Taça de Prata dos Potros.

O campeão da estatística paulista, André Luiz Silva, esteve perfeito no dorso do vencedor, controlando o ritmo da carreira e ainda mostrando energia para fazer seu conduzido resistir ao ímpeto de Olympic Jolteon, o segundo colocado.

O favorito Bien Sureño, Ucayali e Baita Blade fecharam o placar remunerado. O ganhador é de criação e propriedade do Haras Phillipson e conta, em Campinas, com o treinamento de Afonso Flório Barbosa.

O ponto alto da reunião marcou a consagração do sempre regular Or Noir como campeão dos 2.000 metros da Copa ABCPCC Clássica Matias Machline (GI), prova com uma das maiores dotações do turfe brasileiro.

Sempre chegando entre os primeiros nas principais carreiras do país, Or Noir teve de estrear em Cidade Jardim para conseguir o primeiro GI de sua ótima campanha.

Com Wesley da Silva Cardoso impecável na sua condução, o alazão do Haras Doce Vale, de Alfredo Grumser, atropelou com força para superar Agassi (Stud Verde) por ¾ de corpo no espelho.

Tanto Riso (Stud São Francisco da Serra), Leviatan (Stud Eternamente Rio) e Glory Boy (Juliana Candido de Azeredo Coutinho) chegaram nas posições seguintes. Venâncio Nahid trouxe seu animal em forma espetacular do CT Vale do Itajara, em Secretário, região serrana do Rio de Janeiro.

Na última prova do Festival dos Criadores 2019, Happy Bryan levou a melhor na Copa ABCPCC Velocidade – Taça Mario Belmonte Moglia (GIII), em 1.000 metros na raia de grama.

Mostrando muita valentia, a tordilha do Stud Pedudu, apresentada de forma magnífica por Ronaldo Marins Lima reacionou na tocada de Waldomiro Blandi para superar Black Cello (Stud BL), quando este já parecia o vencedor.

Sempre faturando, Jardim de Outono terminou em terceiro. Ambos invictos no gramado de Cidade Jardim, Best In Town e Amuletto perdeu suas invencibilidades com o quarto e quinto lugares conseguidos.

Após os páreos, no Restaurante Cena – na social do Jockey Club de São Paulo – foi realizada a premiação do Troféu Mossoró 2019. A cerimônia, conduzida por Jair Bala teve os seguintes premiados:

Animal do Ano – JOLIE OLÍMPICA

Criação: Stud TNT – Propriedade: Haras Regina

Potro de 2 anos – FILO DE ARIANNA

Criação e propriedade: Stud Principessa di Capri

Potranca de 2 anos – JOLIE OLÍMPICA

Criação: Stud TNT – Propriedade: Haras Regina

Potro de 3 anos – GEORGE WASHINGTON

Criação: Stud TNT – Propriedade: Stud Happy Again

Potranca de 3 anos – GAIVINA

Criação e propriedade: Haras Santa Maria de Araras

Cavalo de 4 anos e mais – ARROCHA

Criação e propriedade: Haras Estrela Nova

Égua de 4 anos e mais – HASSENAH

Criação: Haras Palmerini – Propriedade: Stud AML

Velocista – HAPPY BRYAN

Criação: Haras Anderson – Propriedade: Stud Pedudu

Milheiro – GARBO TALKS

Criação: Haras Santa Maria de Araras – Propriedade: Haras do Morro

Fundista – FIRST FIGHTER

Criação: Haras Anderson – Propriedade: Stud Victor Augusto

Arenático – LAURENT

Criação e propriedade: Haras Figueira do Lago

Garanhão – DROSSELMEYER (EUA)

Criação: Aron & Marie Jones – Propriedade: Condomínio

Garanhão nacional – SETEMBRO CHOVE

Criação: Haras Interlagos – Propriedade: Stud Chesapeake

Reprodutora – NOTÁVEL SUREÑA

Criação e propriedade: Haras Old Friends

Categorias do Troféu Antônio Joaquim Peixoto de Castro Palhares – Totão

Jóquei – Carlos Lavor

Treinador – Luis Esteves

Criador – Haras Santa Maria de Araras

Proprietário – Haras Regina

Texto: Thiago Guedes

Imagens: Porfírio Menezes 



Compartilhe com seus amigos