Comunicar com cavalo: entenda como é feita a comunicação com este animal

Comunicar com cavalo

Cavalos são animais muito sensitivos, capazes de construir relações entre si e com o homem. Assim, é perfeitamente possível se comunicar com cavalo e progredir em um relacionamento de confiança e camaradagem.

Para isso, no entanto, é necessário aprender a observar os sinais que o animal frequentemente emite. Levar em conta as mensagens que expõem o que o cavalo está sentindo ou seu estado de espírito em determinadas circunstâncias é a base da boa comunicação.

Continue a leitura deste post e entenda como se pode desenvolver um canal interativo com o animal.

Construa uma relação calma e segura

Nas relações com cavalos, devem ser considerados certos cuidados desde os primeiros contatos, sobretudo, porque são animais medrosos e que se assustam facilmente. Por essa razão, não se deve buscar a aproximação física de um cavalo logo na primeira vez, mesmo que seja para acariciá-lo.

Para que se inicie um relacionamento de confiança, deve-se dar um tempo para o animal, e esse deve ser o tempo de que ele precisar. O melhor caminho para isso é permanecer a certa distância, nos primeiros dias, de modo que o cavalo possa observar sua presença sem se sentir ameaçado.

Assim, os esforços iniciais devem ser no sentido de simplesmente estar à vista do animal, permitindo-se ser observado por ele. Com isso, parado ou caminhando, sempre guarde certa distância para não assustar ou provocar desconfiança.

Nesse sentido, o ideal para evoluir o relacionamento é que a iniciativa de comunicação seja do próprio cavalo. Como é um animal curioso, com o tempo, ele se aproximará para investigar melhor sua presença e saber do que se trata e virá em sua direção.

Desse modo, quando chegada a hora de consolidar o primeiro contato, todo movimento deve ser calmo e seguro e, ao falar, faça-o em tom baixo e amistoso. Ao mesmo tempo, permaneça observando todo o tempo e leve em conta os sinais emitidos pelo animal, como sons, posturas e movimentos.

Preste atenção aos movimentos de cabeça

Os cavalos têm características próprias e utilizam a postura e a movimentação da cabeça na comunicação de suas impressões e expectativas. Agem assim entre si ou no relacionamento com humanos, ou mesmo espontaneamente.

Dessa forma, para se comunicar com cavalo, considere antes as seguintes situações:

  • cabeça simplesmente erguida: mostra um estado de alerta e de curiosidade;
  • cabeça simplesmente abaixada: pode ser submissão ao acatar um comando do treinador, por exemplo, ou um estado depressivo do animal;
  • cabeça abaixada e com movimento pendular: sinal de agressividade e irritação;
  • cabeça virada para a lateral do corpo: pode ser dor abdominal;
  • cabeça levantada e abaixada sucessivamente: sinal de aprovação ou iniciativa para chamar a atenção, em especial quando acompanhada da emissão de sons;
  • movimento de abanar a cabeça quando solto: pode ser uma simples brincadeira e sinal de divertimento.

Observe os sons emitidos pelo animal

Como a maioria dos animais, os cavalos também se comunicam por meio de sons que emitem intencionalmente. Compreender o significado desses sons é essencial para os momentos de comunicação com o animal.

Basicamente, são conhecidos, pelo menos, 7 sons emitidos como forma de linguagem:

  • relincho: som alto e agudo, com pretensão de chamar a atenção;
  • resfôlego: som abrupto, com trepidação das narinas, quase sempre resultante do medo de alguma coisa nova e como alerta para os demais;
  • rugido: som agudo, emitido em situações emocionais intensas, como nas lutas. É incomum nos cavalos domesticados;
  • guincho: som baixo, emitido com a boca fechada, com natureza defensiva, sinalizando para o afastamento do outro;
  • ronco: som grave e trepidante, com a intenção contrária do guincho, sendo amigável à aproximação do outro (o dono, outro cavalo amigo, uma égua);
  • suspiro: som produzido por uma longa expulsão de ar pelas narinas, indicando tédio ou angústia, sendo também emitido nas situações de incômodos digestivos;
  • sopro: som suave, sem tensão, emitido em situações de dúvida ou de euforia.

Familiarizar-se com essa linguagem sonora permite adequar o comportamento humano diante do animal. Além disso, é sempre recomendável levar a sério esses sinais em qualquer circunstância.

Leve em conta a posição das orelhas durante a comunicação

Há pouco tempo, descobriu-se a comunicação facial dos cavalos, que fica muito bem evidenciada pela movimentação que fazem, especialmente com as orelhas. Sua observação constitui um dos mais fáceis instrumentos de linguagem para comunicação com o animal.

Na verdade, pesquisas recentes demonstraram que as expressões dos olhos e as posições das orelhas estão entre as observações utilizadas pelos próprios cavalos para se comunicarem entre si.

Assim, as maneiras como são posicionadas as orelhas transmitem algumas mensagens explícitas, sobretudo, quanto ao humor do cavalo. Por exemplo:

  • quando eretas e apontadas para frente, podem indicar curiosidade e boa intenção;
  • quando eretas e apontadas para trás, indicam submissão (a percepção da presença do treinador ou do cavaleiro);
  • quando abaixadas, mas voltadas para trás, podem mostrar animosidade e agressão;
  • quando caídas para o lado, traduzem cansaço ou aborrecimento.

Perceba combinações da expressão corporal

Como se viu, a cabeça, as orelhas e os olhos são importantes meios de comunicação com os cavalos. Cada elemento facial transmite sua mensagem de modo próprio e, aos poucos, vai sendo mais bem conhecido pela ciência.

Por sua vez, combinações das orelhas com olhos associadas à posição da cabeça ou das patas, assim como da cauda, também refletem sentimentos específicos. Desse modo, considere, por exemplo:

  • a cabeça levantada, as orelhas eretas e os olhos abertos e brilhantes indicam uma postura positiva e receptiva;
  • as orelhas totalmente voltadas para trás e o branco dos olhos aparecendo refletem uma postura negativa e agressiva, principalmente se a cauda estiver entre as pernas;
  • a cauda movimentada de um lado para outro enquanto bate ou raspa o chão com as patas é sinal de irritação.

Existem muitas curiosidades sobre cavalos. No entanto, compreender essa linguagem corporal do animal é crucial para entender as mensagens que passa e, assim, poder realmente comunicar-se. Movimentos, posturas e sons do animal falam alto para quem prestar atenção.

Dessa forma, para se comunicar com cavalo, dois aspectos são essenciais: observação dos sinais emitidos pelo animal e construção de uma relação calma e segura.

Gostou do post? Continue conosco no Facebook e saiba tudo sobre cavalos.



Compartilhe com seus amigos