Clássico na areia é o destaque da noturna no Jockey

A disputa de mais uma edição do Clássico São Francisco Xavier (L.), em 1.200 metros, pista de areia, é a principal atração da noturna desta segunda-feira, 15 de outubro, no Hipódromo da Gávea.

Desejado Thunder ganhou o Clássico São Francisco Xavier em 2010 e 2011

Carreira tradicional do calendário carioca que homenageia o bairro que abrigava o Jockey Club Fluminense, palco da primeira corrida de cavalos no Rio de Janeiro, ainda no século XIX, tem entre seus ganhadores, ótimos velocistas como: Smuggler, Desejado Thunder e Blind Ambition, ganhadores das maiores provas para velocistas do país.

Na versão 2018 do Clássico São Francisco Xavier, já conhecido o forfait de Jorge Cassas (Ronaldo Cramer Moraes Veiga), o favoritismo deve ser do invicto Akal (Stud Eternamente Rio), o mais novo do lote e deslocando cinco quilos a menos que todos seus adversários. Potro de ótimo padrão, quem quiser vencer terá que derrota-lo. Valdinei Gil será o piloto do castanho treinado por Luiz Esteves no CT Vale do Marmelo.

Espiritus (Haras Sweet Carol) é um animal que rende o máximo quando medicado com Fenil, o que não ocorrerá aqui. Mas, não lhe faltam “patas” para brigar pela vitória.

Kapoor (Stud Red Rafa) está em ótima forma e aparece entre os mais forte competidores.

El Bacan (Stud Parente Sobral) tem seus dias de correr e pode surpreender os mais cotados.

American Bull (Ricardo Correa) ostenta boa forma e aparece como adversários dos mais perigosos.

Coração de Ouro (Stud R.T.Santos), Joe Andretti (foto) (Paulo Fernando Brown Meira) e Not A Prince (Stud Ponteio Rio) são as opções para os que buscam rateios mais altos.

Texto: André Cunha

Imagens: Gerson Martins

Compartilhe com seus amigos