Confira um case de sucesso de apostador da PMU

case de sucesso de apostador

Apostar em cavalos pode, realmente, trazer bons resultados? Mesmo entre apostadores mais experientes, às vezes essa dúvida aparece. A resposta é sim! Com estudo contínuo e com a experiência ganha depois de incontáveis apostas, é possível ser estratégico para garantir bons resultados e ser mais um case de sucesso de apostador.

Se você já aposta em cavalos há um tempo, sabe que os ganhos não têm nada a ver com sorte. Quando alguém escolhe a PMU Brasil para apostar, tem materiais educativos e programas completos para escolher seus favoritos com qualidade.

Além da possibilidade de ganho de dinheiro extra, o turfe é um ótimo hobby para se cultivar: você precisa estudar para se manter atualizado, ocupa o tempo e participa de atividades ao ar livre se decidir ir a um hipódromo.

Conforme você estuda e ganha experiência, começa a ficar mais ousado e a escolher modalidades conhecidas como exóticas, que dão mais retorno. Veja, a seguir, a história de um apostador que já ganhou mais de R$70 mil investindo pouco!

Como Valtinho conheceu o turfe?

A paixão de Valtinho por apostas em cavalos começa há mais de 40 anos, em 1974, quando entrou pela primeira vez no Jockey Club Brasileiro, no Rio de Janeiro. Na época, o turfe vivia um período em que atraía muitas pessoas aos hipódromos.

De cara, Valtinho gostou da atmosfera das corridas, mas só começou a apostar de forma séria anos mais tarde. “No começo era mais uma brincadeira. Depois de uns 10 anos, comecei a levar mais a sério, a estudar mais, conhecer os cavalos e apostar.”

O apostador também reconhece que o turfe está voltando a crescer com o estímulo da PMU Brasil e que o contato direto com a empresa é bom. “A PMU Brasil tem feito um trabalho muito bacana para atrair mais pessoas para o Jockey Club, fazendo eventos periodicamente.”

Quais conselhos o apostador dá?

Para quem ainda tem receio de ser mais ousado nas apostas, Valtinho afirma que o estudo e a atenção aos detalhes é o mais importante. Para ele, um apostador que está começando deve ir devagar.

“Você tem que saber a filiação dos animais, descobrindo como a mãe corria, se tinha um bom desempenho em distâncias grandes, saber qual jockey é bom e os treinadores que são eficientes. Além disso, precisa assistir muitas corridas para ter uma base mais sólida de informações na hora de apostar”.

Esses fatores listados pelo apostador são fundamentais para escolher o jóquei e seu cavalo, mas também é necessário ficar atento às modalidades. Se você ainda não compreende bem aquelas que são simples, não adianta muito pular para as exóticas.

Como funcionam as apostas

As apostas simples reúnem modalidades como Vencedor, Placê, Dupla e Exata. Nessas opções, você faz apostas dentro de apenas um páreo. Nas opções complexas, é necessário combinar cavalos de páreos diferentes dentro de uma reunião.

Outra dica que Valtinho dá para você acertar em uma aposta é: analise a pista, verificando se a areia está encharcada e se foram colocadas cercas móveis.

Além de conhecer a pista, Valtinho observa outros fatores: “Tem que saber se a raia naquela semana estava boa, se estava entrando por dentro, por fora ou dando vantagem. Às vezes, só ganha o mais ligeiro, mas às vezes, outros conseguem atropelar. É importante, também, saber quais são os melhores jóqueis, quem monta nos melhores cavalos e também os melhores treinadores”.

Em quais modalidades o apostador aposta mais?

Depois de anos de apostas, Valtinho se considera um especialista em corridas de cavalo. Até por isso, ele confessa que prefere as apostas exóticas, conhecidas, também, como especiais. Elas pagam mais, porém são mais difíceis de acertar.

Entre as modalidades preferidas de Valtinho estão Quinexata, Superbetting e Pick 3: “Eu costumo jogar as apostas mais difíceis, nas quais eu posso ganhar mais dinheiro. São jogos mais sofisticados, mas que trazem uma recompensa maior.”

Quinexata

No caso da Quinexata, o apostador precisa acertar as Exatas dos últimos cinco páreos da reunião. A Exata é um dos tipos simples de aposta, em que para ganhar você deve acertar os dois primeiros colocados de um páreo, na ordem certa. 

Superbetting

O Superbetting é uma modalidade em que você deve acertar os dois primeiros colocados, independentemente da ordem, dos três últimos páreos de uma reunião. Em outras palavras, você precisa acertar as Duplas dessas últimas corridas.

A Dupla é uma modalidade simples, em que o apostador precisa escolher dois cavalos e ganha se os dois chegarem em primeira ou em segunda posição. 

Pick 3

Já no Pick 3 — que é uma modalidade das corridas americanas —, você deve acertar os cavalos vencedores de três corridas consecutivas. No Brasil, a modalidade é parecida com o Supertri. Mas por aqui, você escolhe apenas uma corrida. As outras duas são pré-definidas no programa das corridas.

Nas apostas simples, o valor que você pode ganhar é calculado a partir do rateio, que é uma espécie de número multiplicador que cada cavalo tem a partir de seu favoritismo.

Se um cavalo está atraindo muitas apostas, por exemplo, seu rateio deve cair. Isso acontece porque, em teoria, ele tem mais chance de vencer e mais apostadores para receber o prêmio. Se um cavalo estiver com um rateio de 4.2, quem apostar R$100,00 na modalidade vencedor, por exemplo, vai receber R$420,00, se ele ganhar.

O inverso também acontece: se um cavalo estiver com poucas apostas, seu rateio sobe. Quem aposta nele, pode ter grandes ganhos se ele vencer, mas as chances são menores.

Por que o apostador é um caso de sucesso?

No começo do artigo, dissemos que Valtinho já ganhou mais de R$70 mil em uma aposta. Mas ela não foi um caso isolado. O apostador já ganhou valores de R$50 mil e R$60 mil em outras situações, nas modalidades Quinexata e Pick 7.

De acordo com Valtinho, o bom apostador é aquele que investe pouco para ganhar muito. Para ele, não vale a pena colocar todo o dinheiro recebido em um dia em uma aposta arriscada no dia seguinte.

“O bom apostador tem que gostar de dinheiro. Há muitos que parecem não gostar: eles jogam sem parar e sem analisar os riscos. Tem gente que ganha R$20 mil hoje e aposta o mesmo valor amanhã. Essa adrenalina toda não faz bem porque, em um certo momento, o apostador pode perder tudo. É preciso ter uma coerência nessa prática. Por exemplo, se eu ganhei R$10 mil hoje, amanhã eu venho com R$500,00 ou com R$1.000,00. Vou deixar uma gordurinha guardada.”

Pode até parecer sorte, mas no turfe o que conta é a habilidade e a experiência do apostador. “O apostador que estuda a fundo os cavalos, consegue ter uma visão geral e ampla do cenário competitivo, de todos os cavalos no mesmo páreo. Com mais informações em mãos, é bem mais fácil apostar”.

Agora você sabe que para se tornar mais um case de sucesso de apostador no turfe é preciso preparação. Se você estudar e começar a experimentar, aos poucos, as modalidades que geram mais lucro, pode conseguir bons prêmios!

Gostou das nossas dicas? O que acha de começar a apostar como um verdadeiro expert e experimentar nosso software gratuitamente? No site da PMU Brasil, você encontra os programas, locais dos agentes credenciados, explicações sobre cada modalidade e artigos com curiosidades sobre as corridas de cavalo.

Compartilhe com seus amigos