Arco do Triunfo

A prova do Arco do Triunfo, uma das mais importantes da Europa e de todo mundo, acontece desde 1920 no Hipódromo de Longchamp, na França, sempre no primeiro domingo de outubro, na distância de 2400 metros –  pista de grama. Essa competição, deixou de acontecer apenas duas vezes em sua história, nos anos de 1939 e 1940, devido à Segunda Guerra Mundial. Já, entre 1943 e 1944, a corrida foi transferida temporariamente para o Hipódromo de Le Tremblay, em virtude de algumas obras. Desde 2016, o Hipódromo de Longchamp está passando por novas renovações e com isso, o “Gran Prix L’ arc the Triomphe” está sendo realizado no Hipódromo de Chantilly.

Atualmente, o patrocinador da prova é a QREC (Qatar Racing and Equestrian Club), que banca uma bolsa de 5 milhões de euros, sendo €2,857,000 para o vencedor.

Veja abaixo, algumas curiosidades de grandes craques que venceram essa prova.

• Animais que foram bicampeões do Arco do Triunfo:
Ksar (Bruleur e Kizil Kourgan por Omnium II) 1921 e 1922
Motrico (Radames e Martigues por Doricles)  1930 e 1932
Corrida (Coronach e Zariva por Sardanapale)  1936 e 1937
Tantieme (Deux Pour Cent e Terka por Indus)  1950 e 1951
Ribot (Tenerari e Romanella por El Greco)  1955 e 1956
Alleged (Hoist The Flag e Princess Pout por Prince John)  1977 e 1978
Treve (Motivator e Trevise por Anabaa)  2013 e 2014.

• Os jóqueis que mais venceram o Arco do Triunfo (todos foram tetracampeões):

Jacques Doyasbère – Djebel(1942), Ardan (1944), Tantieme(1950, 1951).
Freddy Head – Bon Mot(1966), San San(1972), Ivanjica(1976), Three Troikas (1979).
Yves Saint-Martin – Sassafras(1970), Allez France(1974), Akiyda (1982), Sagace(1984).
Pat Eddery – Detroit(1980), Raibown Quest(1895), Dancing Brave(1986) e Trempolino (1987).
Oliver Peslier – Helissio (1996), Peintre Celebre(1997), Sagamix(1998) e Solemia(2012).
Thierry Jarnet – Subotica(1992), Catnegie(1994), e Treve(2013 e 2014)
Frankie Dettori – Lamtarra(1995), Sakhee(2001), Marienbad (2002) e Golden Horn (2015).

• O treinador mais vitorioso da prova é André Fabre, que venceu com os animais:
Trempolino (1987)
Subotica (1992)
Carnegie (1994)
Peintre Celebre (1997)
Sagamix (1998)
Hurricane Run (2005)
Rail Link (2006)

Aos 72 anos, o espanhol, além de ser o maior vencedor da prova (ganhou sete vezes), é considerado, por muitos, o melhor treinador do mundo. Atualmente, trabalha para as incríveis fardas da Godolphin, Coolmore, Judmonts Farm, Wertheimer And Frère, HH Aga KhanIV , entre outros.

Campeão das estatísticas francesas por 24 vezes, foi 21 anos campeão consecutivo, de 1987 a 2007. Treinou grandes nomes e muitos animais conhecidos nossos, que serviram como reprodutores no Brasil. Entre eles:
Trempolino (Sharpen Up)
PeintreCelebre (Nureyev)
Sagamix (Linamix)
Manduro (Monsun)
Shirocco (Monsun)

 

Fabre é mesmo um fenômeno do treinamento de puro sangue inglês. Ganhou provas de Grupo em nove países diferentes:
França
Canadá
Alemanha
China(Hong Kong)
Grã Bretanha
Irlanda
Itália
EUA
Emirados Árabes

O cavalo mais velho a conquistar o Arco do Triunfo foi Motrico, em 1932. Tinha sete anos de idade.

E o proprietário que mais venceu o Arco do Triunfo foi Marcel Boussac, com os animais:
Corrida (1936, 1937)
Djebel (1942)
Ardan (1944)
Caracalla (1946)
Coronation (1949)

Marcel Boussac recebeu muitos títulos: o Arco do Triunfo – seis vezes. Foi campeão das estatísticas como proprietário – 14 vezes, e como criador – 17 vezes.  Seus animais dominaram  o mundo do turfe Francês, de 1930 até 1960. Entre suas máquinas, estava o chefe de raça Pharis (Pharos e Carissima por Clarissimus), irmão paterno do também influente Nearco. Quando as empresas de Boussac foram declaradas falidas em 1978, o proprietário Aga Khan IV comprou a grande maioria de seus cavalos. Após sua morte, Marcel Boussac foi homenageado com o Grand Prix Marcel Boussac, prova de Grupo 1, que acontece até hoje na França.

O melhor tempo do Arco do Triunfo foi assinalado por Found, no ano de 2016: 2400m (2.23.61).

O páreo mais cheio do Arco do Triunfo foi em 1967. Participaram 30 animais e o vencedor foi o Topyo,  que tinha apenas três anos de idade e era de propriedade de Suzy Volterra.

Os animais que venceram o Arco do Triunfo com mais facilidade foram ( todos por seis corpos de vantagem sobre o segundo colocado):
Ribot (1956)
Sea Bird (1965)
Sakhee (2001)

Clique aqui e confira a lista de todos os campeões do Grand Prix L´arc de Triomphe, de 1920 até 2013. 
Abaixo, você pode ver os últimos campeões do Arco do Triunfo.
2011 – Danedream (Lomitas e Danedrop por Danehill)

2º Shareta  e 3º Snow Fairy


2012 – Solemia (Poliglote e Brooklyn´s Dance por Shirley Heights)
2º Orfevre e 3 º Masterstroke

 

2013 – Trêve (Motivator e Trevise por Anabaa)
2º Orfevre e 3º Intello


2014 – Trêve (Motivator e Trevise por Anabaa) bicampeã.
2º Flintshire e 3ºTaghrooda


2015 – Golden Horn (Cape Cross e Fleche D´Or por Dubai Destination)
2º Flintshire e 3º New Bay


2016 – Found (Galileo e Red Evie por Intikhab)
2º Highland Reel e 3º Order Of St George


Além dos últimos seis vencedores do Arco do Triunfo, veja abaixo um “top 10” dos melhores Arco do Triunfo.

 

 

 

15 comentários “Arco do Triunfo

  1. Parabéns, muito boa a matéria. É muito bom receber tantas informações e curiosidades sobre uma prova de tanta relevância no cenário turfístico mundial. Gostei muito…

  2. O mundo do turfe tem muita estória interessante. Você apaixonado pelo turfe tem um leque grande de assuntos para pesquisar e mostrar aos turfistas as interessantes particularidades dessa paixão que nos move. Mais uma boa reportagem. Siga em frente. Abs.

    1. Parabéns pela excelente matéria,de nível internacional.muito bem elaborada e de qualidade rara no turfe. Só faltou falar no much better

  3. ALGUMAS PESSÔAS TEM COMO SONHO, IR A LUA, OUTRAS ALMEJAM UM GRANDE PRÊMIO DE FORMULA UM,
    NÓS OS TURFISTAS SOMOS MAIS EXIGENTES, ISSO MESMO, MAIS EXIGENTES, AFINAL NADA SE COMPARA A UM GRANDE PRÊMIO TURFISTICO,PLÁSTICAMENTE É INCOMPARÁVEL, SÓ NÓS SABEMOS O QUE É UMA CHEGADA, POR UMA CABEÇA, ATÉ MUSÍCA FIZERAM, E QUEM FÊZ, NADA MENOS DO QUE CARLOS GARDEL,
    SENDO ASSIM PEGA PELO RABO, SÓ NA DUCHA, DEBAIXO DE PAU, DE BANDEIRA A BANDEIRA, JARGÕES QUE
    SÓ OS TURFISTAS VÃO ENTENDER, ESSE HUMILDE COMENTÁRIO EU FAÇO EM HOMENAGEM A PAULO GAMA,
    QUE TANTAS VEZÊS ME ENCANTOU COM SEUS COMENTÁRIOS, AQUI EM SÃO PAULO ESTÁ CHOVENDO, MAS
    EU VOU PARA AGÊNCIA FAZER MINHA ACUMULADA DE PLACE.BÔA SORTE A TODOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *